A MULHER E SEU VERDADEIRO VALOR II

01- Ana – A perseverança em oração;

Inserida no contesto eclesiástico, vivendo em sua angústia, pois seu marido
Elcana havia se aproveitado da tradição para ter duas mulheres (1 Samuel 1:2).
E ainda por cima Ana era estéril, algo que era considerado como uma espécie
de maldição em sua época.
Era desprezada pela outra esposa do marido e carregava grande tristeza no
coração por conta de tudo isso (1 Samuel 1:6).
Mas não desistiu de seu objetivo de ter um filho e não se entregou à
murmuração, antes, foi perseverante em sua fé e na oração.

Declarando após o nascimento do seu primeiro filho Samuel:
“Que significa dizia: Do SENHOR o pedi.” (1 Samuel 1:20).

 

02- Débora – Uma mãe em Israel (Juíza);

Débora foi uma juíza e profetisa de Israel, que liderou o povo na guerra contra
o  rei de Canaã.
Ela convocou o povo para a batalha e profetizou sua vitória sobre um exército
muito grande.

No tempo de Débora não havia rei sobre Israel. O povo era liderado por juízes
pessoas influentes, usadas por Deus, que se tornavam líderes políticos,
espirituais  e militares.

Quando Deus levantou Débora, os israelitas tinham se desviado de Deus e
estavam  sendo oprimidos por Jabim, rei de Canaã (Juízes 4:1-2).

Débora era profetisa e uma mulher sábia.
Ela se sentava debaixo de uma tamareira e o povo vinha até ela para resolver
suas  questões (Juízes 4:4-5).

A vida de Débora nos ensina que Deus vê mais do que as aparências.
No tempo de Débora, não era normal uma mulher ser líder.
Mas Deus não rejeitou Débora por ser mulher. Ele a tornou no líder político e
espiritual do país inteiro!
Não importa quem você é, Deus pode usar você para fazer grandes coisas
(1 Coríntios 1:27-29).

 

03- Dorcas– O Exemplo de bondade e amor ao próximo;

Tabita, no aramaico, e Dorcas, no grego, significam “gazela”.
Os dois nomes indicam que esta mulher tinha trânsito em duas culturas.

“Cheia de boas obras e esmolas que fazia” (Atos 9:36), ou “usava todo o seu
tempo fazendo o bem e ajudando os pobres”.
Costurava “vestidos e túnicas” (Lucas 9:39), usava o seu talento para ajudar
os outros.

Sua morte causou comoção (Lucas 9:39). Pedro se deslocou de Lida para Jope,
para ressuscitá-la.
Quem ama é amado. Muitos pedem amor e reclamam que ninguém os ama.
Amor é recíproco. Temos se damos. Ela deu. Teve.

A raiz de tudo: era uma cristã. Tinha visão correta da vida: amar ao Senhor e ser
útil. É a única “discípula”, em todo o Novo Testamento.

Muitos pensam em vida cristã como receber bênçãos de Deus, ou fazer barulho
no culto.

Ser cristão é ter uma vida de utilidade, que leve as pessoas a nos amarem pelo
nosso caráter e a seguir e servir a Jesus, pelo nosso exemplo.
É ser “cheio de boas obras”. É ser discípulo, aquele que está sempre aprendendo
de Jesus. Dorcas, a gazela, era bonita no nome e no caráter.

 

04- Ester– Uma mulher no cenário político; salvando vidas.

Ester foi uma jovem judia que casou com o rei da Pérsia e salvou o povo judeu do
extermínio.
Seu nome hebraico era Hadassa e ela era órfã, criada por seu primo Mardoqueu.

Podemos aprender com Ester :

Confiar em Deus – Ester arriscou sua vida para obedecer a Deus e Ele cuidou dela

Ter coragem – Ester estava segura, ninguém conhecia sua identidade e ela não seria
afetada pelo extermínio; mas ela arriscou tudo para fazer o que era certo

Orar é importante – Ester buscou a ajuda de Deus antes de agir e Ele lhe deu sucesso

 

05- Maria Madalena– A Coragem para superar o passado.

A Bíblia diz que Maria Madalena era uma pessoa possuída por demônios
(endemoninhada).

Jesus expulsou sete demônios dela (Lucas 8:2).

Não temos muitos detalhes da vida desta mulher, mas, certamente, não deve ter sido
um passado que agradasse a Deus.

Mas esta mulher teve a coragem de supera o seu passado negro e sombrio, para ser
uma grande serva do Senhor Jesus.

Ela sempre foi mencionada em companhia dos discípulos de Jesus, e foi a primeira a
saber e crer na sua ressurreição (Mateus 28:1).

Foi uma mulher que mostrou uma superação inigualável, um verdadeiro retrato da
transformação que Deus opera nas vidas de que se entrega verdadeiramente de todo
o  seu coração a Deus.

06- Marta e Maria– Pronta para servir e pronta para ouvir

A história de Marta e Maria me fascina porque Jesus está nela.
O texto está em (Lucas 10.38-42.)
Temos a tendência de criticar Marta por sua disponibilidade em servir ao Mestre e
elogiar Maria por ter ficado aos pés de Jesus, com objetivo de aprender.

O texto mostra que Marta é que recebeu a Cristo. Ela tinha uma qualidade estupenda:
a hospitalidade.
Ela representa bem aquelas mulheres fantásticas que, quando chegam as visitas a casa,
vão para a cozinha com alegria.
Elas têm prazer em servir e o fazem muito bem.

Jesus não criticou Marta, mas fez observações pertinentes em relação ao seu
comportamento.
Não acredito que Marta tenha se envolvido com os afazeres da casa em detrimento da
atenção ao que Jesus falava, mas estava comprometida com o bem-estar do Senhor dos
senhores.

As mulheres judias eram mulheres muito ativas, submissas e que ajudavam seus maridos
dentro de casa com uma consciência muito forte do que é um lar centrado em Yaweh.

Marta e Maria tem qualidades. Elas se completam.
O ideal é ter o espírito serviçal de Marta com o espírito reflexivo e pronto a aprender
de Maria.

O fato de Jesus ter elogiado Maria não significa que tenha criticado negativamente e
rejeitado a Marta.
Jesus não cedeu às pressões de Marta (v.40).

Esta história nos ensina que precisamos ter equilíbrio na vida.
É evidente que serviço e reflexão são convergentes.
Aprender a servir com reflexão é uma arte.

É claro que temos vivido num tempo de muito ativismo e pouca atividade.
O ativismo é uma deformação da atividade que nos leva à dispersão.
Na verdade, refletir é também se ocupar, trabalhar.

Há muitas pessoas que veem o trabalho como um esforço físico intenso, mas não veem
uma reflexão como atividade, trabalho duro e importante no nível da mente e do coração.
Sabemos que os seus resultados são maravilhosos.

Jesus quis ensinar a Marta e a nós que estar aos Seus pés diariamente tem um valor maior
e deve nortear todas as nossas atividades.

Sem dúvida, as coisas espirituais estão acima das coisas materiais, físicas.
O eterno está acima do passageiro.
Como precisamos entender e viver de acordo com este princípio que está tão claro na
Palavra de Deus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s