PALAVRAS ESSENCIAIS: CRER


É muito bom crer, mas nem todos creem.
Uns não querem. Outros não conseguem.
Outros passam ao largo da questão.

A história da fé é sempre individual.
É também sempre individual a história
da descrença.

Crer por vezes é absolutamente irresistível.
Imagine-se numa viagem para fazer uma
coisa que você acha certa embora seja errada.

Uma luz imensa brilha diante de você e uma
voz firme, que só você escuta, lhe pergunta:
“Por que você me persegue?”

A identidade de quem fala é tão clara como a
palavra proferida: como não crer que Deus
mesmo lhe falou e não seguir de mãos dadas
com ele?

Neste caso, crer é sobretudo uma reação
racional diante de uma experiência real.

Crer não dispensa pensar todas as coisas
com todas as forças da razão toda.
Crer é pensar tudo com a humildade da
razão, que sabe que não pode explicar tudo.

Não crer é uma forma de crer que Deus não
existe e, se existe, é o próprio ser humano.

Não crer é crer que a natureza
(incluído o ser humano) surgiu por acaso, de
uma convergência de fatores aleatoriamente
movidos em direção à vida que antes não
existia.

Não crer é crer que a vida de um ser humano
cessa quando ele morre, como se fosse um
pedregulho esfarelado.

Não crer é crer que a vida não tem sentido e,
se tiver, será o sentido que lhe atribuirmos
hoje, que pode ser diferente amanhã.

Não crer é como tentar contar com os dedos
quantos são as estrelas no céu, conhecimento
impossível com os recursos da visão e também
porque o universo está em expansão.

Descrer é crer que Jesus Cristo não existiu e,
se existiu, era um sábio exemplar que morreu
e continuou morto.

Entre crer e não crer, a alternativa mais sábia,
mesmo que dificílima para alguns, é crer.
É saboroso crer que o Deus de modo
dinamicamente apresentado na Bíblia Sagrada
existe e nos ama.

 

Israel B. Azevedo

Sim, somos amados por Deus.
Mesmo que muitos não creiam Nele,
porque foi Deus que o criou a todos.

E criou Deus o homem à sua imagem;
à imagem de Deus o criou; homem
e mulher os criou.

Gênesis 1:27

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s