JUSTIÇA, MISERICÓRDIA E HUMILDADE

Em Miqueias 6.8 lemos:

Ele te declarou, ó homem,
o que é bom;
e que é o que o Senhor
pede de ti, senão
que pratiques a justiça,
e ames a benignidade,
e andes humildemente
com o teu Deus?
Miquéias 6:8

Este versículo do profeta Miqueias
nos apresenta um resumo de como deve
ser a religião que agrada a Deus.

Jesus Cristo, quando aqui esteve, colocou
em prática de modo perfeito estes
requerimentos divinos para nós.
De igual modo, devemos buscar a mesma
perfeição na nossa vida.

O que Deus espera de mim e de você?

Primeiro: que eu seja justo, que eu pratique
a justiça, que eu promova a justiça, que eu me
associe àqueles que defendem as causas
da justiça.

Justiça tem a ver com um envolvimento, com
um empenho, com uma construção de uma
sociedade boa, para que mais pessoas possam
experimentar a alegria de viver.

Ser cristão inclui uma participação nas causas
da justiça e uma indignação contra a injustiça.
É entender que a luta pela justiça é parte da fé.

Não é ser alienado com relação às questões
sociais, sobretudo com relação às crianças e
aos pobres em geral.

Ser cristão demanda a prática da justiça, que
não é teórica, não é feita de palavras, mas de
envolvimento, de prática, com colocar o corpo
a serviço da justiça.

Segundo: Deus espera de mim e de você
a prática da misericórdia.

A justiça é algo estrutural.
A misericórdia é algo individual.
É um exercício.

Ser misericordioso é, diante da dificuldade do
outro, seja ela espiritual, emocional ou material
tratá-lo como se o sofrimento dele fosse seu,
fosse meu.

Jesus pregou um sermão em que disse que,
quando você deu ao pobre um copo d’água,
deu a ele.

As pessoas perguntaram: “quando é que te
vivemos com sede, te vimos nu, preso,
enfermo, com fome””.
Ele disse: quando você viu quem estava
nesta condição e o socorreu.

Isto é misericórdia, que não é algo adicional
à fé, mas é algo intrínseco, interno,
indispensável à fé cristã.

Aprendemos com Tiago que nenhum de
nós pode dizer que tem fé e não experimenta
misericórdia em relação ao seu próximo.

Terceiro: ter uma religião que agrada a Deus
é viver de modo humilde, que, segundo a Bíblia,
é aquele que considera o outro superior
a si mesmo.

Quando o outro é superior a mim mesmo, sabe
mais do que eu, tem mais do que eu, então
eu me porto de modo humilde.

Porém se  o outro é inferior a mim mesmo, eu me
porto como alguém arrogante, que se considera
mais do que outro, como alguém que não é igual.

Então isto esta  errado porque mesmo que o outro
seja inferior, tenho que trata-lo ainda melhor ou
como se fosse superior a mi.

Humildade, é tratar aos outros como eu gostaria
de ser tratado.

Porque somente há um superior sobre todos nós
que é Deus !!!!

Nada disto é feito apenas de palavras.

Tudo isto só acontece quando:
a partir de nossa consciência, nossas mãos,
nossos pés e nosso corpos se movem
em direção ao outro.

A religião cristã deve ser
essencialmente
uma religião de
caráter social.

Sem este envolvimento, sem esta
Sem está misericórdia,
Sem este relacionamento humilde,
nós não estamos fazendo aquilo que
Deus requer de nós.

Peçamos a Ele que nos ajude a viver
conforme deseja que vivamos.

Israel B. Azevedo

TEMOS UM DESFIO !!!!

Queremos fazer o que Deus espera de nós?
Devemos promover a justiça,
sentir e agir com misericórdia e nos tratar
uns aos outros de modo humilde.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s