O PREÇO DA DECISÃO


“Viver é fazer escolhas.

De algumas nos arrependemos
e de outras nos orgulhamos.
Algumas nos perseguirão para
sempre. 
A conclusão que somos
o que 
escolhemos ser”.
(Graham Brown)

Desde que acordamos, tomamos decisões,
umas simples, outras complexas.

Fomos informados que há um funeral,
mas temos outros compromissos. Iremos?

Recebemos uma proposta de trabalho,
mas pode não dar certo. Aceitaremos?

O médico nos disse que precisamos
perder peso, para não adoecermos. Perderemos?

Encontramos uma carteira de dinheiro no chão.
Pegaremos?

Somos ofendidos com palavras duras e impróprias.
Reagiremos?

Para tomar boas decisões, precisamos de sabedoria,
que vem com o tempo, mas só para os que prestam
atenção. A sabedoria é o resultado da observação
curiosa e meditativa, bem como do estudo aplicado
e objetivo.

Ela cresce quando ouvimos os mais sábios.
Para decidir bem, precisamos de coragem.
Coragem é ousadia.

Ter coragem é apostar e agir, mesmo sem certeza
da escolha feita.
Para escolher adequadamente, precisamos de
disposição para pagar o preço.

Decisões fáceis nos enfraquecem. Sem disposição
para arcar com as consequências, adiamos até o
que não pode ser protelado.

Ao acordar, devemos passar em revista a agenda
do dia, anotar as decisões a tomar e, na hora própria,
levantarmo-nos, dizer a palavra necessária
e nos lançarmos para a travessia.

Podemos errar de vez em quando, mas,
se deixarmos que os outros decidam
por nós, nunca acertaremos.

Israel B. Azevedo

Ensina-nos a contar os nossos dias,
de tal maneira que alcancemos
corações sábios.

Salmos 90:12

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s