UM DIA DE CADA VEZ

yocufbd “Nem tudo o que enfrentamos
pode ser mudado.
Mas nada pode ser mudado
enquanto não for enfrentado”.
(James Baldwin)

As coisas não mudam porque
trocamos de semana,
mês ou ano num calendário.
As coisas não mudam por termos ouvido um recado
de um sábio emissário.
As coisas não mudam porque, chegada a manhã,
fazemos de novo aniversário.
As coisas não mudam porque enriquecemos
com novos propósitos o nosso vocabulário.

As coisas mudam quando recusamos
o nosso presente, por não ser a vida que podemos.
As coisas mudam quando escrevemos
com sangue o nosso desejo, em busca do que queremos.
As coisas mudam quando, diante da decisão
firmemente tomada, não retrocedemos.
As coisas mudam quando a disciplina, dura,
se necessária, é o método que elegemos.

As coisas mudam quando nos dispomos a pagar
o preço, mesmo que seja pesado.
As coisas mudam quando voamos, se conseguimos,
apesar do fardo nas costas fixado.
As coisas mudam quando, não podendo voar,
corremos em direção ao alvo almejado.
As coisas mudam quando prosseguimos,
mesmo que no chão nós tenhamos rastejado.

Muitas vezes o oásis é apenas miragem.
Nem sempre é rósea a mensagem.
Nem sempre é clara a paisagem.
Nunca é leve a mala da viagem.

As coisas mudam quando,
afirmada a certeza para a mudança,
Prontos para pagar o preço,
não importa o quanto custa,
Pomos na estrada o nosso pé,
com caráter, coragem e confiança,
Tendo ao nosso lado o Deus.

O Companheiro que não nos frustra
Mas nos fortalece em cada passo
e nos carrega no colo.
Mesmo se, depois da queda,
precisarmos fazer o percurso de novo.

Israel B.Azevedo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s