MEU BARQUINHO

maxresdefault-1 O vento balançou, meu barco em alto mar,
O medo me cercou, e quis me afogar,
Mas então eu clamei, ao filho de Davi,
Ele me escutou, por isso estou aqui.

O vento Ele acalmou, O medo repreendeu,
Quando Ele ordenou, O mar obedeceu.

Não temo mais o mar, pois firme está minha fé,
No meu barquinho está, Jesus de Nazaré,
Se o medo me cercar, ou se o vento soprar,
Seu nome eu clamarei, Ele me guardará.

Não temo mais o mar, pois firme está minha fé,
No meu barquinho está, Jesus de Nazaré,
Se o medo me cercar, ou se o vento soprar,
Seu nome eu clamarei, Ele me socorrerá.

O vento balançou, meu barco em alto mar,
O medo me cercou, e quis me afogar,
Mas então eu clamei, ao filho de Davi,
Ele me escutou, por isso estou aqui.

O vento Ele acalmou, O medo repreendeu,
Quando Ele ordenou, O mar obedeceu.

Não temo mais o mar, pois firme está minha fé,
No meu barquinho está, Jesus de Nazaré,
Se o medo me cercar, ou se o vento soprar,
Seu nome eu clamarei, Ele me guardará.

Não temo mais o mar, pois firme está minha fé,
No meu barquinho está, Jesus de Nazaré,
Se o medo me cercar, ou se o vento soprar,
Seu nome eu clamarei, Ele me socorrerá.

Não temo mais o mar, pois firme está minha fé,
No meu barquinho está, Jesus de Nazaré,
Se o medo me cercar, ou se o vento soprar,
Seu nome eu clamarei, Ele me socorrerá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s