DEUS DE MILAGRES

Uma nossa Irmã enfermeira no hospital das Clínicas,
nurse_in_actionfoi avisada para preparar a sala de cirurgia,
pois uma menina deu entrada com as suas duas pernas do joelho para baixo toda queimada.

O doutor que estava ali e um médico professor da USP,
e junto com ele doze alunos, e quando a menina entrou, e eles a examinaram,
e constataram que os seus pés estavam totalmente queimados,
seus dedos todos deformados, seu calcanhar
e toda a pele e carne do joelho para baixo não tinha mais como ser restaurado,
no momento o correto a ser feito seria a amputação.

A menina foi sedada,
o doutor pediu que limpassem a partes queimadas
e olhando para nossa irmã disse:
Enfermeira Luíza, a senhora sempre me fala que o Deus que a senhora serve
ele tem poder de curar, formar, libertar e dar nova vida;
esse Deus poderia curar esta menina?

A serva De Deus ficou que estava falando com Deus no seu coração e disse:
– Sim doutor, ele pode curar esta menina,
pois a vida e a morte está em suas mãos, e se Ele quiser fazer uma obra ele faz.

– A Senhora me disse que o teu Deus fala pela palavra,
e hoje tem alguma igreja da Senhora que tem culto?
– Sim tem no Brás, pois hoje é quarta feira.

– Então a Senhora vai buscar a palavra,
pois estou penalizado em ter que amputar as pernas dessa criança,
e se Seu Deus falar com a Senhora eu farei conforme a palavra.

– Doutor já são oito horas e até a congregação do Brás
deve levar mais de quarenta minutos, não vai dar tempo de ouvir a palavra.

Então Deus fez ela lembra que bem próximo dali no início da Raposo Tavares
tinha uma salinha que também tem culto de quarta.

– Doutor aqui bem próximo tem uma salinha que tem culto,
e se eu sair agora consigo chegar antes da palavra.
Então o Doutor Ligou para o setor da ambulância,
e pediu para uma pessoa leva-la.

E ao chegar lá, a palavra já estava iniciando,
ela ficou na janela e Deus falando através daquele irmão que não a conhecia foi falando:
– Hoje alguém que sta no nosso meio veio buscar uma resposta do Senhor
para um pedido em favor de uma criança,
e quem pediu ficou com muita angústia pelo ocorrido, e o Senhor Deus te fala:

-Onde não tem carne, vou criar carne, onde não tem nervo vou criar nervo,
onde não tem pele vou criar pele nova e vou mostrar que opero da maneira que me convém,
pois em três dias vão ver o Meu operar.

Terminando a palavra nossa irmã voltou as presas para o hospital
e quando ia entrando encontrou o Doutor e ele lhe perguntou:
– O que Deus falou para você?

– Doutor o meu Deus disse que ópera da maneira que lhe convém
e disse que Onde não tem carne, Vou criar carne, onde não tem nervo Vou criar nervo,
onde não tem pele Vou criar pele nova e Vou mostrar que Opero da maneira que me convém,
pois em três dias vão ver o Meu operar.

Sem falar uma palavra, o Doutor retorna para a sala de cirurgia,
chama os doze alunos, pede que colocassem ataduras nas duas pernas da menina,
aplique sedativos para ela dormir até sexta feira, e depois retornaremos
para ver se o Deus da Luíza ópera como ela disse.

Esta menina, estava com seus dois irmãos em sua casa,
quando o menor pegou o vidro de álcool e espalhou em volta dele e do irmão,
e o maior, acendeu um fósforo e jogou, quando a menina viu que os dois iam se queimar,
ela pulou no meio do fogo e tirou os dois, mas ela não escapou e o fogo pegou as suas duas pernas.

Se passou os três dias, sexta a tarde, o Doutor e os doze alunos,
mais alguns que ficou sabendo, já estavam na sala de cirurgia
quando a irmã chegou para aprontar a sala, e já trouxeram a menina, o Doutor disse:

– Dona Luíza, agora vamos ver se seu Deus opera como a Senhora falou,
ou vamos ter que amputar as suas pernas.

No seu coração, nossa irmã começou a clamar a Deus,
e o próprio doutor foi tirando a faixa da perna direita,
e a medida que foi tirando a faixa, uma carne nova com pele lisinha foram aparecendo.

Neste momento o Doutor começou a chorar, e mais rápido foi tirando o resto da faixa,
e mais espanto, carne nova, pele nova, os dedos do pé perfeito, o calcanhar formado,
nesse momento ele não sabia se chorava ou ria de alegria,
tamanha foi a glória de Deus que tomou conta daquele quarto.

A irmã que glorificava a Deus, e alguns dos que ali estava e outros sem entender,
começaram a tirar a faixa da perna esquerda,
e de igual maneira, não se viu um sinal de queimadura
ou que ficasse um lugar sem formação de nervo, carne, pele e ossos.

O Senhor operou está obra dentro do HC (Hospital das Clinicas)
na vista de um doutor professor renomado, para doze alunos
e outros que sabendo do acontecido foram ver.

Deus cumpre o que fala pela sua palavra,
mostrando a todos que tudo está sobre suas ordens.

Deus seja louvado.

Colaboração de Solange

Um comentário em “DEUS DE MILAGRES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s